Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Burguesa

Brincar aos Palácios!

C9C624E8-4FDF-4E85-837D-7511E1028161.jpgIMG_0523.jpgIMG_0518.jpgIMG_0515.jpgIMG_0509.jpg20B96E42-BE0B-42F9-83AF-EE225734D000.jpgIMG_0527.jpgIMG_0511.jpgIMG_0525.jpg

 Vestido|| Lupsona

 Sapatos||Bliss Portugal   Chápeu||Stradivarius 

 

A vida de princípes e princesas sempre nos levou a mundo de fantasias, de luxos e de encantamento!

Automaticamente transporta-nos para a esfera da perfeição!

Muitas são as crianças que sonham com estas fantasias, passadas pela ficção, lendas, mitos e fantasia.

Confesso que sempre fui uma dessas meninas, muito fantasiosa e apaixonada por toda essa "mitologia"! Com o passar dos anos, fui descobrindo mais sobre o mundo das dinastias e os seus percursos . História de arte é-me familiar e hábil, sempre adorei vaguear pelo seu universo.

Com isto, aproveito para vos apresentar um dos Palácios "vivos" mais bonitos do nosso pais!

 O Palácio dos Marqueses de Fronteira, é um exemplo da arquitectura palaciana do séc. XVII em Portugal. A sua construção foi ordenada pelo primeiro Marquês de Fronteira, D. João de Mascarenhas, no terceiro quartel do séc. XVII, como o pavilhão de caça do mesmo. 

Um edifício emblemático, majestoso e repleto do estilo Barroco português. Situa-se numa quinta em Lisboa (Benfica), designada por "quinta de recreio".

O Palácio é abonado de uma riqueza extrema em azulejos, rodeado de magníficos jardins geométricos, fontes, tanques e estatuárias com temáticas mitológicas do quotidiano e macacarias. 

O Palácio e os Jardins são património da Fundação das Casas de Fronteira e Alorna. Estão classificados como Monumento Nacional e ainda hoje, é habitado pela família do 12º Marquês de Fronteira (entre outros títulos). 

Um espaço histórico, imponente, calmo e que me transmite uma sensação de tranquilidade pura! Sem dúvida um dos meus locais de eleição ! Aconselho-vos a visitar pelo menos uma vez na vida!

Um sonho dos Palácios! =)

 

Podem saber mais AQUI!

 

Um beijinho à Burguesa  

1 comentário

Comentar post